PINK - Mulher com Propósito

Minha história #1

Publicado em 21/12/2014
Atualizado em 18/01/2018

10847935_940635582615906_6577257811281835142_n

Oi pessoal! Gostaria de contar um pouquinho como foi minha experiência frequentando o PINK em 2014. Tive esta ideia enquanto a Jordania ministrava no nosso último encontro, o PINK de Natal.
Só para contextualizar vocês, eu já contei aqui uma vez como foi que conheci o ministério. Depois de conhecer pessoalmente eu ainda fiquei um bom tempo apenas lendo as postagens, como você deve estar lendo agora. Achava tudo muito interessante, tudo novidade, mas mesmo assim hesitei em ir pessoalmente.

Eu estava bem, tinha acabado de realizar vários projetos pessoais e não estava a procura de mais nada. Até que um belo dia senti muita vontade de conhecer mais de Deus e do seu amor, coincidentemente as líderes estavam divulgando um projeto chamado “Conhecer”, onde elas propuseram compartilharem conhecimento sobre a Palavra. Isso me chamou a atenção porque era o que eu mais queria, estava sedenta de conhecimento!

Enfim, no aniversário de 1 ano eu compareci e desde então senti que poderia estar ali, mesmo não conhecendo muito bem as pessoas e ainda alocando um espaço na minha agenda. Em 2014 começamos o ano falando sobre as metas e desafios, além de fazer pedidos especiais para oração (estou conseguindo atingir algumas das metas que eu me lembro, estou tão feliz!). Os encontros seguintes tiveram temas diversos, a maioria deles tinha um tema prévio que acompanhamos pela internet, mas houveram dois encontros que tiveram participações especiais, com ministrações feitas pela Tamara e pela Midori, que foram maravilhosos! Aprendi como é possível ser sábia e corajosa com esses dois exemplos de vida.

Não poderia deixar de mencionar o quanto fiquei admirada com o trabalho das líderes. Tudo sempre muito organizado, elas sempre se empenharam muito, principalmente porque a Jordania estava distante fisicamente (mas não mentalmente), mas a Marta, a Nadja e a Sabrina sempre muito entrosadas conseguiram nos organizar e nos ajudar em todos os momentos. Sou grata a Deus pela vida de todas vocês!

Conheci pessoas muito especiais, que realmente me impactaram. A Jordania sem dúvida me ensinou e me ensina tanto, mesmo à distância ela intercedia por mim, mal sabia ela o quanto eu estava aprendendo com suas atitudes, e cada vez que nos reunimos eu aprendo mais (hoje eu sou mais esperta, tomo nota pra ler novamente hehe). Um dia quero ser tão ousada quanto ela, e ser como ela me ensinou, fazer discípulos de mim mesma (imagine então a trabalheira que é ser o discípulo que você gostaria de ver na outra, baita desafio, mas vamos em frente). A Vivi foi outra amizade que aprendi a cultivar, mesmo estando distantes na maior parte do tempo eu sempre a ponho em minhas orações, ela e sua família.

A Tamara e a Midori (depois que a conheci passei a lembrar dela sempre que ouço a canção “Vai valer a pena” do Juliano Son, rs), a Helena, a Andrea, a Juliana, a Téfi, a Mariana, a Mari, a Lidi, a Rose, a Carol, a Débora, a Núbia, a Beta, nossa, são tantas amizades que aprendi a cultivar que eu procuro não apenas lembrar seus nomes, mas o quanto eu devo interceder por elas, já são parte de mim. Todas, mesmo à distância, ajudaram-me a criar uma nova visão de amizade feminina, que é possível sim nos relacionarmos sem procurarmos nos ferir ou nos prejudicar, pelo contrário, nossos propósitos envolvem principalmente o amor umas pelas outras.

Houveram momentos muito divertidos, como por exemplo um dia que a Marta estava falando sobre uma história de séculos atrás quando não tinha Whatssap, eu ria tanto que minhas bochechas doíam! A Sabrina pra não deixar a risada acabar enganchou suas pérolas também, daí não me segurava, ria mesmo!

Houve também um momento difícil para mim, quando no encontro de maio eu estava com tanta dor na coluna, que eu fiquei o encontro inteiro praticamente calada, eu queria chorar de tanta dor. Mas sentia que devia estar lá, e no final do encontro oramos umas pelas outras, isso foi como um bálsamo para mim. Um dia depois eu estava com metade da dor e dias depois a dor tinha ido embora!

Houveram dois momentos importantes Em novembro deste ano eu apresentei para vocês o soupink.com, um novo espaço nosso online onde todas podem acessar independente de fazer parte do grupo ou não, ou que tem preferência por alternar os canais, fiquem à vontade, é um espaço de todas! Em 2015 desejo trazer melhorias para o site, espero que estejam acompanhando e opinando, isto é muito importante, afinal vocês tem a visão mais importante, a de quem usufrui.

Atualmente participo do Pink Apoio e é um grande prazer ajudar e servir. A princípio meu objetivo era apenas conhecer o Pink, mas como conhecer e não amar? E amor envolve ação, é assim que provamos nosso amor por vocês. A Jordania tem nos ajudado e ensinado a interceder, a cada evento nós nos reunimos e pedimos que vocês sejam abençoadas, que Deus faça por cada uma de vocês o que nós não conseguimos fazer.

O ano de 2014 para mim foi muito bom, mesmo com lutas e dificuldades. Agradeço a Deus pela vida de cada uma de vocês, por todo amor e cuidado que tiveram comigo e peço desculpas se as magoei em algum momento, jamais foi minha intenção. Peço desculpas pelo tamanho do post (quase um livro, prometo que vou me esforçar para postar menos pra compensar rs), espero vê-las pessoalmente em 2015, mas se não for possível, vou orar para que onde estiverem sejam impactadas por todos os trabalhos do PINK. Obrigada ao grupo por me aceitar e por me amar, eu amo vocês! Bjs, Jéssica.
retrospectiva_2014

Sobre PINK - Ministério Mulher com Propósito

PINK é um Ministério para moças, porém mulheres de todas as idades podem participar.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão voltar ao topo
PINK – Mulher com Propósito
Mesinha