PINK - Mulher com Propósito

Minha história #11

Publicado em 24/07/2017
Atualizado em 10/05/2018

Minha história #11

Minha história #11

Há mais ou menos dois anos eu odiava o Dia dos Namorados. Esse dia sempre me deixava na”bad”… As pessoas sempre vinham com piadinhas, algumas com palavras duras, julgamentos e isso trazia a minha memória as lembranças dos meus dois últimos relacionamentos e de como eu me sentia abandonada.
O sentimento de abandono surgiu depois de dois relacionamentos em que fui literalmente abandonada (Não vou dar detalhes, mas quem quiser me procure no particular). O fato era que eu não queria mais ser abandonada e, para me defender, criei uma caixa de orgulho, um escudo para não me apaixonar, e fiquei muito brava com Deus porque nada tinha dado certo.
No PINK Love 2016 o tema foi “Como você vê o amor?” eu ficava me fazendo essa pergunta e descobri coisas bem tristes sobre a minha visão do amor. Vou listar 3 coisas aqui:
1- Eu olhava para alguns casamentos a minha volta e só via brigas, tristezas, falta de compreensão e insatisfação. Minha visão do amor: “Eles tentaram ser felizes e não conseguiram, porque estou lutando para ser feliz? Também não vou conseguir”.
2- Muitos casamentos foram destruídos, pedidos de divórcio estavam rolando solto e mais gente sendo abandonada – eu não queria isso para mim. Minha visão do amor: “Se for pra casar e separar, eu não vou casar”. Eu quero casar, mas tenho medo e o medo paralisa.
3- Por causa do sentimento de abandono eu me bloqueei sentimentalmente de uma forma tão grande que afastei todos os garotos que se aproximavam (eu dava o fora mesmo, ou pior, era fria e dura nas palavras – como é que eu iria namorar assim, gente?). Minha visão do amor: “Não posso ser abandonada de novo, então vou me fechar e, se for pra acontecer, vai acontecer” (nada funciona assim, né?).
Minha ficha caiu, e finalmente percebi que precisava de ajuda urgente! Eu e mais uma amiga entramos em um propósito de oração para orar pelos nossos futuros esposos, pode parecer clichê, mas nós oramos por tudo e por todos e porque não orar por alguém que você vai passar o resto da sua vida junto? E agora parece clichê?
Procuramos alguém do PINK para nos mentorear e fomos muito bem acolhidas, e desde então, ela tem nos acompanhado. Orando, consolando nos dias tristes de solidão e de extrema carência, nos fazendo enxergar novos começos e horizontes, e nos encorajando a crer e buscar viver uma história linda.
Hoje entendo que Deus não se agrada do nosso sofrimento. A Bíblia diz em Lamentações 3:33: “Porque não é do seu agrado trazer aflição e tristeza aos filhos dos homens”. Então, entendi que o Senhor queria me moldar neste período de solteirice, Deus queria me ensinar/mostrar coisas, Ele queria começar a boa obra em mim – “Estou convencido de que aquele que começou a boa obra em vocês, vai completá-la até o dia de Cristo Jesus.” Bíblia Sagrada – Filipenses 1:6
1- Deus tem uma história única para mim e para você, não se baseie nas coisas ruins que aconteceram com outras pessoas. Escolha viver a história linda que Deus escreveu exclusivamente para você.
2- Não tenha medo de viver um amor, de ter um casamento. Decida tomar uma atitude hoje mesmo procure ajuda, um mentoreamento para que você possa confessar seus medos, porque se você não enfrentar seus medos eles irão te vencer e fazer de você uma pessoa amarga, triste e você poderá até mesmo perder a sua identidade. O medo nos paralisa e isso impossibilita de seguir em frente.
3- Não deixe que as feridas dos seus relacionamentos anteriores definam o que você fará no seu próximo relacionamento. Procure cicatrizar (mais uma vez, peça ajuda!), use essas feridas para ajudar/curar outras meninas.
Faz quase um ano que iniciei neste propósito e hoje eu vivo realmente a frase: você não está sozinha, isso é real desde que entrei no PINK. Tem dias que são mais fáceis ser solteira, tem dias que são mais difíceis. Existem dias de carência, choro, confusão, dor, lamentações… mas também existem dias de muita liberdade, alegrias, muitos eventos… Uma vez uma das meninas do PINK disse em um dos encontros que ser solteiro também é bom, hoje eu vivo isso mais do que nunca. Hoje eu ajudo meninas e sou ajudada, todas as vezes que recebo alguma oração das minhas amigas PINKs sinto minhas forças renovadas, sinto que jamais serei abandonada de novo, sinto meus medos indo embora e no lugar ficando a coragem.
Este ano, durante o PINK LOVE, cada menina tinha um cartão com uma frase, a minha foi uma confirmação de tudo que venho plantando neste último ano “Você foi desenhada para ser feliz”. Com todas as experiências ruins, hoje eu sei que fui desenhada para ser feliz, que eu tenho uma história única e eu vou vivê-la porque eu escolhi dizer não ao medo e não aos rótulos. Eu quero a história que Deus escreveu para mim!
E você? Qual é a sua história? É essa que você está vivendo? Vem viver o propósito que Deus tem pra sua vida! Estamos aqui para te ajudar, você não está sozinha!

#VocêNãoEstáSozinha #MinhaHistória

Juliana

Sobre PINK - Ministério Mulher com Propósito

PINK é um Ministério para moças, porém mulheres de todas as idades podem participar.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão voltar ao topo
PINK – Mulher com Propósito
Mesinha