PINK - Mulher com Propósito

Minha história #3

Publicado em 27/06/2017
Atualizado em 09/03/2018

19424456_706061249577645_870576870900803368_n

 

“É melhor estarem dois juntos do que um sozinho, porque tiram vantagem do seu trabalho: se um cair, será apoiado pelo outro. Ai do que está sozinho: quando cair, não terá quem o ajude a levantar-se. Além disso, ao dormirem dois juntos, vão aquecer-se mutuamente; quem está sozinho, como se aquecerá? Se alguém prevalecer contra um que está sozinho, dois juntos resistirão ao agressor. A corda tripla não se arrebenta facilmente.”
Eclesiastes 4:9-12
Já experimentei de forma prática a solidão e acredito que em sua pior forma. Já experimentei a solidão de amigos, de relacionamento (namoro) e de Deus. Para mim a pior, sem dúvidas, é a ausência de Deus. Sem Ele eu fiquei sem saber quem eu Sou, fiquei sem esperança e sem vida.
Não me julgo uma pessoa que nunca teve amigos, tive vários amigos sim, mas nunca um que caminhasse sempre comigo, aquele que em um momento difícil, de tribulação, me sustentasse. Tive e ainda tenho amigos de infância, alguns distantes devido aos caminhos diferentes que cursamos, mas que ainda carrego dentro de mim. São pessoas que eu sei que mesmo que o tempo passe, ainda estarão dentro de mim e eu dentro delas.
Eu me casei, tive uma filha, encontrei uma igreja legal, com pessoas legais, colegas, e quando achei que tudo iria ficar bem, eu tive depressão. nunca achei que fosse tão doído. A alma dói! Você não vive, você sobrevive. Eu não tinha esperança, alegria… Não tinha nada! E foi nesse momento, quando mais precisei, percebi que não tinha ninguém e me encontrei sozinha. Claro que eu tinha o apoio da minha família, mãe, irmã, sogra, que foram fundamentais, porém, eu não tinha amigos. Foi tão forte a depressão que até suicídio eu tentei e ninguém se quer foi me ver… Dentro de mim eu sentia que se eu vivesse ou morresse, pouco importava, ninguém, além de minha família, sentiria falta e isso eu posso afirmar que é uma dor horrível e real, é a dor que sufoca e não te deixa respirar.
Então comecei a clamar: “Deus não me abandone, me ajuda, não aguento mais isso, me ressuscita, me faz viver aquilo que o Senhor sonhou pra mim quando me fez!!! Por favor!!!”
Ele me ouviu!
Reafirmou as palavras que Ele me disse um dia (sim, Ele tem uma palavra pra cada uma de nós ) e me curou. Sim, me tirou da depressão e me deu uma vida nova.
Nessa época eu acompanhava o PINK pelas redes sociais, não frequentava fisicamente os encontros. Em 2015 comecei a frequentar os encontros do PINK, mas ainda assim me sentia sozinha. Eu ia sozinha para os encontros e voltava pra casa sozinha. Após alguns encontros presenciais algo começou a mudar em mim. Comecei a ser preenchida pelo amor de cada menina e levava comigo cada abraço, cada demonstração de amor. Em 2016 eu entrei para o Apoio do PINK e após uma série super impactante, eu pedi pra Deus, de todo o meu coração, para Ele me enviar uma amiga, alguém fiel, íntegra e que caminhasse comigo. E Ele me respondeu! Eu comecei a participar de uma dinâmica do PINK chamada “PINK amizade que eu escolho”, e muita coisa Deus fez!
Comecei a ficar mais íntima das meninas e muito íntima de uma delas em particular. Muitas afinidades, muitas risadas, muito companheirismo, até que algo muito difícil aconteceu comigo. Eu contei pra ela, compartilhei com ela e ela me disse: “Dê, sabe essa cruz que você carrega ai? Põe metade aqui no meu ombro que eu vou te ajudar a carregar!!!”
Uau!!! Eu conheci o verdadeiro significado do #GirlHelpingGirl (Garota Ajudando Garota). Percebi que jamais, jamais voltaria a ser sozinha.
Tenho experimentado o Girl Helping Girl a cada dia. Através do PINK tenho feito amizades sólidas, fixadas na rocha que é Cristo Jesus. Amigas que me sustentam e que eu sustento também, em oração e no que mais for necessário, e hoje eu posso afirmar que não tenho só “um amigo mais chegado que um irmão” mas, uma família inteira de meninas, que me amam, que oram por mim, me sustentam quando sou fraca, que compartilham das minhas alegrias e conquistas e que fazem isso DE verdade, sem reservas, sem esperar nada em troca.
Sinto-me privilegiada em tê-las na minha caminhada e as amo de uma forma inexplicável.
Você pode experimentar isso também. Venha conhecer o PINK! Amamos pessoas e aqui sempre cabe mais uma!!!
#VocêNãoEstáSozinha #MinhaHistória
Denise

Sobre PINK - Ministério Mulher com Propósito

PINK é um Ministério para moças, porém mulheres de todas as idades podem participar.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão voltar ao topo
PINK – Mulher com Propósito
Mesinha