PINK - Mulher com Propósito

Quebrando Ciclos – Parte FINAL

Publicado em 27/09/2019
Atualizado em 21/10/2019

Arte da Série Quebrando Ciclos

É SEMPRE UM RISCO!

Na experiência cíclica, existe o elemento de conforto do recomeço que falamos na Parte 4 dessa série. Isso nos dá a falsa sensação de algo novo, mas nada é novo quando eu não mudo. Eu comparo com uma experiência simples de quando eu perco a chave do meu carro, talvez para você a chave da sua casa.

Antes de sair de casa, eu preciso da chave, e eu não sei onde está. Eu fico chateada, daí penso: “Eu nunca consigo achar minha chave quando preciso sair.”  Em seguida: “Estou atrasada e isso vai me fazer mais atrasada ainda!”. Eu penso: “Que chato! Eu sempre deixo a chave aqui (apontando para minha bolsa).  Eu fico mais frustrada. E peço ajuda para encontrar a chave, e finalmente eu encontro a chave. Eu saio correndo. Eu chego atrasada onde eu precisava ir. Eu me retrato e falo: Me desculpa. A minha chave desapareceu e por isso eu cheguei atrasada.

Vamos ver o que essa situação cíclica inofensiva produz em mim e em você: O que é comum?

– Eu perco a chave;

– Eu fico chateada e frustrada com a situação; (“Eu nunca consigo achar minha chave quando preciso sair”);

– Eu identifico o que acontece sempre; (“Estou atrasada, e isso vai me atrasar mais ainda”);

– Eu me isento da responsabilidade (“Eu sempre deixo a chave aqui”);

– Eu peço ajuda para concertar aquela situação (Me convenço que estou incluindo outras pessoas para mudança, mas na realidade, eu só quero ajuda para achar a chave agora, e não para mudar o meu comportamento);

– Eu “concerto” a situação: (Achei a chave);

– Eu estou atrasada; (Saio correndo e chego atrasada);

– Eu me desculpo; (“Desculpa a minha chave desapareceu, e por isso eu cheguei atrasada”.  Eu não aceito a responsabilidade de que não coloco a chave no mesmo lugar sempre).

E agora, deu para ver melhor? Já viveu esse ciclo antes? Inofensivo, não é?  Não, não é!  Esses ciclos inofensivos, geram em nós várias coisas que eu não tenho tempo para falar agora, mas um que eu gostaria de apontar:

Em todos os passos da experiência acima, EU SOU A PARTE PRESENTE SEMPRE!  E talvez eu tenha tentado algumas vezes deixar a chave na minha bolsa querendo que fosse sempre. Talvez uma outra vez uma das minhas crianças foi lá e pegou a chave e colocou em outro lugar. Sim, isso pode ter acontecido, mas essas são exceções. A verdade é que eu também nem sempre deixo a chave na bolsa. Eu também mudo o local que deixo a chave, porque eu negociei comigo mesma e PENSEI: Eu vou lembrar que dessa vez eu deixei a chave aqui.  O problema é que não é só dessa vez, foram várias outras vezes que eu deixei a chave em lugares diferentes. Mas, é bem mais fácil eu dizer: Eu sei o meu erro. Sei que eu não fiz tudo certo, mas dessa vez, eu tenho certeza que fiz tudo certo. Eu me isento da responsabilidade, e daí penso na minha meia verdade como uma verdade inteira. E meia verdade é, na realidade, uma mentira inteira. E ao invés de assumir – perdi a chave; Eu PENSO: A Minha chave desapareceu.

Quantas experiências da chave eu e você temos vivido? Pare e pense!

O que fazer então? PAUSE. SAIA DO CICLO. COMECE ALGO NOVO. E o NOVO É NOVO. Você e eu vamos precisar APRENDER O NOVO. Porque se eu já sei como é feito isso não é novo. É um ciclo com pessoas diferentes, em lugares diferentes, que vai me levar PARA O MESMO!

A mudança tem que começar em mim e em você. E eu preciso de disciplina e compromisso para que essa mudança seja estabelecida. Mudanças não acontecem por acaso. Elas são intencionais.

Eu quero encorajar você a estudar a Série PONTO CEGO, isso vai ajudar você a tomar passos práticos de como mudar; e quando você muda, tudo muda!

“Assim como você pensa na sua alma, assim você é.” (Provérbios 23:7)

Amo você PINK Girl!

Jordania Nargiz

Categoria: Quebrando Ciclos
Tags:
Sobre Jordania Nargiz

Casada com o Pr. Garo Nargiz, mãe de dois filhos, advogada. Ama ler e ajudar pessoas a viverem intencionalmente e com propósito.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão voltar ao topo
PINK – Mulher com Propósito
Mesinha